Como deseja visualizar o blog?
Posts encurtados
Posts completos

Vale a pena assinar a Glambox? Depois de 3 anos recebendo a Glambox posso falar com certeza que o custo-benefício compensa. As edições sempre contam com pelo menos um item em tamanho original, todo os produtos são selecionados de acordo com o perfil de beleza que você preenche e fala do seu tipo de pele, textura e cor de cabelo, suas preferências (cuidados com a pele, maquiagem, cabelo, corpo…) e esporadicamente acontecem parcerias incríveis: Mac, Bare Minerals, Niina Secrets, Dazzle, Andreza Goulart…

Você também acumula pontos com o tempo de assinatura, feedback no site dos produtos recebidos, postagem de foto da Glambox com a hashtag, entre outras formas… Aí esses pontos podem ser trocados por produtos no site da Glambox (uma vez eu troquei por um batom lindo da Mac).

É claro que vão ter meses muito melhores que outros, mas de maneira geral, compensa! Sem contar que é uma experiência maravilhosa para conhecer novos produtos; eu mesma já conheci vários queridinhos assim e acho que não conheceria de outra forma. Também acontece de vir produtos de reposição, já deixei de comprar muitos produtos que estava precisando, porque veio na caixinha, hehe. \o/

Ahh, sem contar que é muito legal a expectativa de receber uma caixa recheada de produtos que você não faz ideia! *-*

Se você ainda não se convenceu, vou te dar uma última razão: eu tenho um cupom desconto imperdível! Usando o GLAMDAI na hora de assinar você ganha:

  • R$80 de desconto na assinatura anual (nesse tipo você também ganha presentes extras na minha caixa que receber!)
  • R$60 de desconto na assinatura semestral
  • R$20 de desconto na assinatura mensal

O que você tá esperando? Assine logo a sua também!

Beijos!

Este post não é patrocinado. Alguns dos links são afiliados, ou seja, se você comprar algo após clicar neles eu ganho uma pequena comissão com a venda. Você não perde nada com isso :)

Daianne Possoly
Daianne Possoly
Virginiana, 26 anos, jornalista, humanitária, vegetariana à caminho do veganismo, feminista e ama um papo de energia e espiritualidade.
Compartilhar

Resenha: Stick da Vult

22 de março de 2019

Hoje o post é com a resenha dos Sticks da Vult, que contam com iluminador, blush e contorno, totalizando 10 cores! O fato de serem cremosos permite que sejam ainda mais versáteis, podendo ser usados como batom e sombra também. :)

Testei em trios usando a mesma numeração de cada produto: iluminador, blush e contorno.

Número 1: gostei muito da cor do iluminador e do blush, mas o contorno ficou muito claro para a minha pele e desconfio que exista alguém que use essa cor como contorno, ela é muito clara!

  • Iluminador: pérola rosado com muito brilho prata e frio, muito lindo!
  • Blush: rosa claro com muito brilho dourado, fazendo o parecer mais claro (porque reflete mais luz) e às vezes até meio pêssego.
  • Contorno: bege com fundo amarelado e ultra pigmentado, mas muito clara para eu usar como contorno (ou qualquer pessoa, eu apostaria…).

Número 2: todas as cores funcionaram muito bem para mim, o contorno ficou perfeito, o blush apareceu mais (do jeito que eu gosto) e o iluminador também ficou muito lindo.

  • Iluminador: assim como o nº 1, ele é muito brilhante, mas tem uma base de cor mais quente/bege, ficando mais próximo ao tom da minha pele.
  • Blush: é um pink quente com cintilância dourado, menos brilhante do que o nº 1. Obs: estou adorando usar blush como sombra, acho que fica natural e muito fofo! Inclusive, usei essa cor como sombra e batom nesse tutorial.
  • Contorno: marrom médio neutro bem pigmentadoe perfeito para mim! Amei muito para usar como contorno e funciona muito bem como batom também! Em algumas pessoas ficaria um nude maravilhoso!
Blush Stick nº 2 usado como batom e sombra.

Número 3: nem todas as cores funcionaram para o meu tom de pele, mas são lindas e dá para brincar de usá-las de outra forma…

  • Iluminador: bronze com muito brilho bronze também. Se esfumar bem, deixando ele mais sutil, consigo usar como iluminador, mas não o resultado que gosto. Ele funciona muito melhor para mim e fica lindo como bronzer ou sombra.
  • Blush: é um rosa forte sem brilho, que dá um ar de saúde e fica incrível como batom e sombra também.
  • Contorno: marrom escuro sem brilho e bem pigmentado. Até funciona para mim, mas preciso gastar mais tempo para esfumar, por isso o nº 2 é mais prático para mim.

Além desses trios, tem também o blush na cor 4, que é o meu preferido de todos! Ele tem uma cor linda: marrom clarinho levemente quente sem brilho/glitter. Confesso que amo usá-lo como batom, fica perfeito!

Usando como batom à esquerda.

Os sticks da Vult são vendidos em farmácias, drogarias e no próprio site da marca; o preço varia de R$29,90 a R$32,90. Eu gostei muito dos produtos, eles funcionam muito bem e são lindos, mas achei o preço alto para apenas 4g de produto – compraria só se amasse muito a cor, como o blush nº 4, no meu caso.

Também amei os iluminadores (nº 1 e nº 2) e o contorno (nº 2) mas prefiro usar esse tipo de produto em pó. Já os blushs nº 2 e nº 3 são lindos (usaria mais como batom e/ou sombra, porque não curto produtos em creme no rosto) e até compraria, mas acho que dá para encontrar produtos mais em conta que me entregariam um resultado parecido.

Então no fim das contas é uma escolha muito pessoal e preferência de cada um, hahaha. Se amou a cor e tem como comprar, compre… Amor também entra no “benefício” do custo-benefício! =D

Beijos!

Daianne Possoly
Daianne Possoly
Virginiana, 26 anos, jornalista, humanitária, vegetariana à caminho do veganismo, feminista e ama um papo de energia e espiritualidade.
Compartilhar

Finalmente, fiz a resenha do melhor corretivo da minha vida: o Fit Me da Maybelline! Ele me acompanha há 6 anos, bem antes da linha chegar no Brasil e foi amor desde o primeiro uso, não consigo ficar sem! Já experimentei a versão dos EUA, Argentina, Londres e Brasil e não entendo porque a embalagem daqui é diferente; será que é para deixar a produção mais barata?

Enfim, a versão gringa do corretivo Fit Me é com a embalagem de gloss (vide abaixo) e no Brasil ele é vendido em tubo. Apesar de amar o resultado dos dois, hoje vou falar da versão gringa que gosto mais e trouxe duas cores: 10 e 15.

A cor 10 é mais amarelada e na maioria das vezes fica um tico mais escuro do que o meu rosto, efeito que eu gosto e indico para quem tem bolsas embaixo dos olhos. Já a cor 15 é mais clara e rosada, comprei só para testar e até que gostei, mas prefiro a cor 10.

Eu gosto muito dessa embalagem, pois facilita a aplicação e dá mais controle da quantidade de produto que você usa. O corretivo é bem líquido, fácil de esfumar e o tempo de secagem é perfeito (nem muito rápido e nem muito devagar). Confesso que não tenho problemas com olheiras, mas acho a cobertura dele sensacional, na medida para você não parecer que tem um rosto plastificado, rs.

Corretivo Fit Me cor 15
Corretivo Fit Me cor 10

Além disso, o corretivo Fit Me deixa a pele com um viço muito bonito, não craquela, nem marca as muitas linhas em volta dos olhos quando sorrio, isso porque ele não é matte e super seco, sabe? Ahh, ele tem uma duração ótima; minha pele oleosa não segura muito bem a maquiagem e muitas vezes a base vai embora e o corretivo continua lá, hahaha…

Cor 15 do lado direito e cor 10 do lado esquerdo (que estava com um pouco de sombra mesmo).

Prometo que em breve farei a resenha da versão nacional que também amo, tá? =) Mas se você tiver a oportunidade de comprar a versão gringa, compra! Ele custa em média US$7 nos EUA e £6 em Londres. Aqui no Brasil, varia muito de R$30 a R$45, mas vi que está na promoção em vários sites, sendo vendido por até R$22,90 – se jogaaa!

Beijos!

Daianne Possoly
Daianne Possoly
Virginiana, 26 anos, jornalista, humanitária, vegetariana à caminho do veganismo, feminista e ama um papo de energia e espiritualidade.
Compartilhar

Hoje eu vim contar para vocês como consertar cabelo manchado, fazendo uma correção de cor rápida e sem danificar o cabelo. Para isso, usei o Dekap Color, com o qual tive uma experiência muito diferente de quando tentei retirar o ruivo do meu cabelo.

Eu tinha ido do ruivo para loiro e depois mudei de novo aderindo ao cabelo rose gold. Entretanto, como o meu cabelo estava com mechas diferentes, a tinta acabou desbotando de forma desigual, uma vez que a base também tinha essas diferenças.

Então, precisava ser corrigido, né? Aproveitei a “oportunidade” para mostrar para vocês o passo a passo que eu fiz para corrigir a cor do cabelo e deixá-la homogênea. Prepara o coração, porque é um vídeo cheio de emoção e antes de dar certo, deu muito errado, hahaha…

Como viram, nesse caso o Dekap Color funcionou muito bem, rápido e eficiente. Como disse no vídeo, acredito que esse produto tenha um desempenho melhor para retirar pigmento que estão por cima de um cabelo descolorido ou muito claro. Lembrando, sempre, que esse produto NÃO clareia cabelo virgem, ok? =)

Agora, olha só esse antes e depois! O cabelo ficou com a cor muito homogênea!

Gostei muito do resultado e acabei me reconciliando com o Dekap Color, hahaha… Vocês já consertaram um cabelo manchado? Como fizeram? Deixem as dicas nos comentários!

Beijos.

Daianne Possoly
Daianne Possoly
Virginiana, 26 anos, jornalista, humanitária, vegetariana à caminho do veganismo, feminista e ama um papo de energia e espiritualidade.
Compartilhar